13 abril 2013

Cenas de mulheres grávidas

Está a fazer 1 ano que decidimos fazer um jantar na nossa casa, ainda antes de tomarmos a decisão de vir para França. Convidámos o meu irmão, a minha cunhada (que estava grávida) e um tio meu. Era qualquer coisa simplesmente ocasional, aproveitando o facto do meu tio estar nas suas férias habituais em Portugal.
Fizemos um prato de carne e de peixe, de forma a agradar a todas as bocas. Eu fiz umas entradas pomposas, com ananás e presunto e um pratinho de camarões cozidos.
Quando eles chegaram, as entradas já estavam na mesa e ouvi logo a minha cunhada dizer: "Eish, não acredito nisto! Meteste na mesa tudo o que eu não posso comer! Deves estar a gozar comigo!"
Até então, não fazia ideia do que uma grávida podia ou não comer. Fiquei triste com essa observação. Não percebi que estava a fazer algo de errado, afinal nunca estive grávida e é normal que não soubesse essas coisas.
Será que eu tinha a obrigação de ir pesquisar? Ou ela tinha a obrigação de me avisar que não podia comer certas coisas?

Entretanto, lá continuava ela a resmungar que não podia comer nada daquilo. Mas o pior foi mesmo quando o meu irmão pegou num camarãozinho para comer e ela disse: "Se eu não posso comer tu também não comes. Sabes bem o que me custa não poder comer isto, portanto não podes comer. Se em casa não comes, aqui também não vais comer."
O meu irmão lá conseguiu comer 2 camarões à socapa, cheio de medo do que pudesse acontecer.

A partir daí, já sabiamos que quando iamos a casa deles, podiamos esquecer ver certas coisas na mesa... incluindo bebidas alcóolicas. Porque se ela não podia comer e beber, então as outras pessoas também não podiam.

Sem comentários:

Enviar um comentário

E vocês, o que acham?!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...