11 maio 2013

Infiltrações

Esta coisa de ir fazer uma infiltração articular e desse dia estar cada vez mais próximo, anda-me a dar a volta à cabeça.
Em Março já fiz uma infiltração normal, no tendão, e foi coisa para andar 3/4 dias com o braço ao peito, quase sem dormir com as dores insuportáveis e por não ter posição para dormir e a ter que pedir ajuda para tudo e mais alguma coisa: tomar banho, vestir-me, comer... Mas com sono, por andar encharcada em analgésicos.

Uma infiltração articular, pelo que já me disseram (pessoas entendidas na matéria), é coisa para andar assim durante uma semana! Uma semana!
É claro que depois daqueles dias com dores enormes e com o braço ao peito, não podemos passar logo à acção - até porque o braço não nos deixa! Eu, por exemplo, só ao fim de 7/8 dias é que consegui voltar a elevar o braço. Disseram-me que as melhoras iriam ser sentidas até ao 15º dia e que, após isso, ficaria como estava e não haveriam mais melhoras. Como é óbvio, vi logo que a coisa não tinha funcionado muito bem, quando ao 16º dia fui à fisioterapia porque estava com muitas dores e a fisioterapeuta me perguntou "Já fizeste a infiltração? Não parece nada, porque estás pior."
A explicação que consegui arranjar para isto ter acontecido, foi lembrar-me que logo no início do diagnóstico o meu médico me disse que eu tinha uma tendinite que afectava em 2 locais, 2 tendões distintos. Porque, na realidade, o sítio onde levei a infiltração melhorou alguma coisa (não muito), mas continuou a doer-me horrores noutro sítio.
Então, por causa das dúvidas, a infiltração que irei levar proximamente será na articulação do ombro, para que assim se espalhe por todo o local. O único contra é ser bastante mais dolorosa, tanto no procedimento como na recuperação.

E o que mais me chateia nisto tudo, é que cada vez que levo uma infiltração sinto um retrocesso enorme nas melhoras e nas coisas que posso fazer, que me enerva solenemente. Não me cabe na cabeça ter que ficar bastante pior do que estou, para então depois começar a melhorar.
Vamos ver se é desta!

Já alguém aqui levou uma infiltração? Sabe qual é a sensação?
Eu digo-vos: Estão a ver quando vão ao dentista, por exemplo, arranjar uma cárie? Em que levam anestesia mas sentem tudo o que por lá se passa? É isso. E olhem que a agulha para a infiltração é bem grossa e bem comprida e quando chega ao tendão é coisinha para faltar o ar.
E quando depois saem do dentista sem ter controlo na boca? É, acontece isso com o braço também.

Sem comentários:

Enviar um comentário

E vocês, o que acham?!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...